ENSOLARADOS

LIZ QUINTANA

" Ensaio nas Nuvens Sempre e Outra vez.

Limpa o Alvo Rompendo Aurora e Dançando ainda, Olho no olho."

 

Em cada vez foi a mesma, e, outra história.  No tempo sempre diferente. Na forma, sempre a mesma coisa. Três únicas maneiras. Sempre pela manhã, e no calor. Todas as  vezes foi o amor suplicando um acalanto doce, um brilho que se repete de forma individual, diferente como são e sempre serão.

A primeira,  às pressas, sem saber o que aconteceria. Bem jovem, a alegria de realizar meu maior sonho. Foi até o final, esperou para o último momento e num rompante de choro foi que te olhei Vitorioso. Teus cabelos fartos e olhos de amêndoas, mãos frágeis que, hoje, são fortes. Calor inesquecível de uma enxurrada que lavou minha alma de tanta emoção. Senti Ele conosco de uma forma que ainda era inédita.

A segunda, Príncipe Generoso, aguardou a noite terminar e com toda a luz entrou em meu coração Enviado por Ele. Olhinhos doces, esperou tanto que com a tez mudada, ansiava pelo sossego do amparo.  Quando te vi, soube o quanto é possível amar e o quanto esse sentimento pode ser multiplicado.

A terceira, única vez em que ditamos o tempo, vi ali em meus braços o céu mostrando sua luz novamente e, o Vencedor, em altos brados, trazendo movimento e completando o número que fora previsto para nós.

Movida pelo sol e o calor que dele emana, iluminada a vida. Ensolarados são vocês meus três tesouros, carregados de tanta novidade e aprendizados a cada dia.

Dias e noites brilham porque vocês existem, dão rumo e ensinam como ser o que sempre quis, da melhor maneira que posso. Sigo aprendendo a ver a luz de cada um de vocês, como foi na primeira vez que nossos olhos se encontraram. Singulares na forma, na cor e na alegria imensurável de ser mãe.